22.12.09

 

Olá Manuela Pontes!!

Precisava de alguns esclarecimentos e gostaria de contar com a sua ajuda.. :)
No mês de abril, desse ano, sofri um aborto retido com 11 semanas de uma gravidez gemelar.
Só descobri que havia sofrido o aborto retido pelo fato dos sintomas da gravidez terem desaparecido, achei estranho e fui as urgências e pedi para fazer um ultrassom, então a médica me disse que os fetos estavam na mesma placenta, mas que eles já não tinham batimentos cardíacos (meu mundo desabou... não existem palavras para descrever o vazio que senti naquele momento, e na verdade ainda sinto.. )

 

Pois bem então eles marcaram uma consulta para patologia do 1º trimestre, o médico que me acompanhou sugeriu que eu não fizesse uma raspagem, segundo ele era muito agressivo, ele me mandou aguardar para ver se os hormônios abaixavam e vê se meu organismo expulsava naturalmente. Fiquei 3 semanas com os embriões já mortos dentro de mim e toda a semana ia ao hospital fazer exame de sangue para ver se os tais hormônios abaixavam. Sei que quando os hormônios chegou a 4 mil ele me mandou usar no citotec (2 comprimidos a noite e 2 de manhã, aplicados na vagina) para provocar contração, uma vez que meu organismo não expulsou.
Ele me receitou o remédio e me mandou voltar para a casa, mas falou que quando meu organismo expulsasse os embriões eu deveria ir para as urgências.
Pois bem, fiz o que ele mandou, usei o citotec numa quarta feira a noite e na quinta de manhã me lembro que a cama estava toda molhada (parecia que tinha feito xixi) e quando fui ao banheiro, meu marido colocou uma bacia por baixo e foi saindo tipo água e mais água com pouco sangue e depois saiu os 2 embriões inteirinhos, todo formadinho já.
Então fomos as urgências e eles me mandaram usar o citotec por mais 2 dias, pois disseram que ainda tinha muito sangue no útero, não fizeram raspagem.
No mês seguinte(Maio 2009) minha menstruação veio normal, porém o fluxo era muito e saia sangue coagulado junto.
Esse mesmo médico que me acompanhou disse que eu já podia engravidar novamente no mês seguinte (Junho), desde então estou tentando e nada até agora. :(
Será por causa do citotec???  E minha menstruação ainda continua vindo com uns pedaços pequenos de sangue coagulado, será normal???
Ando muito desanimada, ainda hoje choro como se isso me tivesse acontecido ontem.. Gostaria de saber se tem algum grupo de apoio aqui em Lisboa, onde eu possa procurar ajuda, meu marido é extremamente carinhoso comigo, mas sei também o quanto ele sofre e tenta se manter firme para me ajudar.
Mas mesmo assim não tenho conseguido ficar bem como eu queria, a sensação que tenho é que arrancaram um pedaço de mim...  :(

Aguardo sua resposta.
Cumprimentos!!!
Vânia

 

Querida Vânia

Há 7 anos atrás, quando eu perdia o meu primeiro bebé, vivi esses momentos vazios, quando, de repente, sabemos que o Citotec inicia o seu trabalho em direcção a um fim que jamais quereríamos que acontecesse. A minha expulsão deu-se numa unidade hospitalar, não em casa.
A minha posição face às expulsões em casa é muito própria, não concordo com elas e penso, até, que são arriscadas para a saúde da mulher. Infelizmente, o nosso corpo tem vida própria e nem sempre a falta de monitorização dum processo destes é o caminho mais seguro.

Ainda bem que correu tudo bem consigo e as complicações de uma expulsão não são a razão desta sua mensagem.

A falta de informação médica às parturientes é outro factor que me incomoda em particular e é evidente que não lhe foram dadas as devidas indicações pós processo de expulsão.

Não me disse se foi consultada e reavaliada após 1 mês da perda do seu filho, isto é, feita uma ecografia pélvica para verificarem se não existiam restos placentares e afins.
No entant, partindo do princípio que a sua resposta é sim, pois o médico deu-lhe alta para nova gravidez, penso que o citotec não vai influenciar a gestação futura.

A ansiedade é um factor preponderante na tentativa de busca pelo novo bebé. Normalmente, até 1 ano é considerado um período normal e durante o qual não deverá preocupar-se.

É natural ainda que a sua menstruação, logo a seguir ao aborto, mantenha características alteradas do usual, poderá ainda conter uma "limpeza" uterina. Se não tiver cheiro abundante e o sangue não ser vermelho vivo e em quantidade significativa (hemorragia) estará, muito provavelmente, a recuperar.

Em Lisboa ainda não possuímos núcleo de intervenção. Há, uma ou outra vez, grupos informais de encontros, mas intervenção efectiva ainda não.

Aconselho-a a visitar o nosso forum para que vá trocando e recebendo ajuda e até informar-se das actividades que possamos ir desenvolvendo no distrito de Lisboa.

Espero que recupere o mais rápido possível

Um abraço

Manuela Pontes

link do postPor projectoartemis, às 14:48  comentar

 
Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Perda Gestacional. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: projectoartemis@sapo.pt

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Direcção APA
projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis

Orgão Sociais
Direcção:
Presidente - Sandra Cunha
Vice Presidente - Patrícia Vilas Boas
Secretária - Andreia Neves
Tesoureira - Susana Rodrigues
Vogal - Marco Jesus
Assembleia Geral:
Presidente - Anabela Costa
1ª Secretária - Vanessa Mack
2ª Secretária - Sílvia Melo
Conselho Fiscal:
Presidente - Ricardo Fortuna
Vogal - Mónica Cunha
Vogal - Manuel Vilas Boas
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
31


arquivos
blogs SAPO