13.4.09

Meu amor!

Pela minhas contas deves ter sido concebido com muito amor em finais de Setembro de 2008.

Salvo erro, dia 10 de Outubro soube que estava grávida... com 4 semanas e 4 dias J. Começaram os sintomas, tive-os todos ou não te quisesse eu tanto...Se fosse para te ter dentro de mim, que tivesse de tudo!

Não foi agradável, não vou mentir, mas hoje quero tudo de novo! Já nada me vai perturbar. Quando tinhas 6 semanas e 4 dias, a 22 de Outubro de 2008 medias 0.41cm de comprimento e boiavas no teu saquinho de 2,4cm com o teu coraçãozinho já a bater. Cresceste muito...Às 10 semanas já tinhas 2.8cm...não sabia que não irias crescer mais L. Apenas saberia a dia 29 de Novembro de 2008, pensando estar de 12 semanas e a perder o medo, e a 1 de Dezembro de 2008 senti-te e vi-te pela primeira vez...a sair de dentro de mim!

Estaria hoje, dia 7 de Abril de 2009, de 31 semanas...Nascerias a 15 Junho de 2009...

Se fosses menina provavelmente irias-te chamar Bianca, sem excluir Lara, Luana e até Jessica. Se fosses menino não era tão certo, mas talvez Rodrigo.

Esta é a nossa história, que se conserva linda e milagrosa para mim...muito mais do que qualquer outra coisa...É mais com um sorriso de gratidão do que com lágrimas de tristeza que me recordo de nós...Não quererias que chorasse mais...

Não sei bem porquê mas foi hoje que decidi escrever para ti depois de tanto me lembrar... Não sei se é para me despedir, sem nunca te esquecer, nunca e jamais te abandonar...aliás fizeste, fazes e farás parte da minha vida, e embora seja com muita tristeza e dor que te recordo, por vezes não sei se sorrio de tristeza ou de felicidade por te ter conhecido , por seres meu! Acho que, a maioria das vezes é Saudade, muita Saudade! Parece estranho sentir saudade sem teres nascido, mas tudo o que sinto quando penso em ti, faz com que isso seja o mais natural do mundo, talvez porque, sim, eu sou ou seria tua Mãe. E, não te podendo tocar, é só saudade que posso sentir, porque te vi, porque quase te ouvi...Porque depositei em ti todas as minhas expectativas, os meus medos, a minha ansiedade, a minha felicidade e também a minha dor...Mas principalmente e (in)felizmente porque não te tive e tive ao mesmo tempo. Mas quando te perdi foi quando te conheci e isso fez-me dar-te o maior valor do mundo, a ti e ao meu segundo filho que há-de vir. Não vou falar das coisas tristes, dos pormenores que embora marcantes para mim, nada o são em comparação a te ter tido algum dia na minha barriga...É óbvio que adorava dizer-te muitas coisas, mas acho que não quero nem tenho necessidade de ser extensa, talvez pelas poucas vezes na vida. Por isso quero dizer-te apenas que nunca serás esquecido, que serei sempre a tua mãe e que um dia, espero que em breve, não chorarei de tristeza mas apenas de saudade e de felicidade por teres existido para nós, teus pais. Por ter sido nem que por pouco tempo tua mãe. Quero apenas que saibas que foste muito desejado, que foste muito amado (da forma como pude), que continuas a ser esperado na forma do teu irmãozinho(a), e que és lembrado todos os dias com muita ternura e saudade. Como deves saber, entreguei-te a uma pessoa de muita confiança, a tua bisavó, não me ocorreria mais ninguém que te pudesse tratar tão bem. Por isso quando precisares de mim dá-me um sinal neste mundo que eu saberei... Um beijo desta que já era tua mãe, principalmente quando te “perdeu”, e obrigada pelo milagre e benção de seres o meu primeiro filho. Com muito amor e saudade...Bebé!

Anónimo

link do postPor projectoartemis, às 14:28  comentar

 
Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Perda Gestacional. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: projectoartemis@sapo.pt

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Direcção APA
projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis

Orgão Sociais
Direcção:
Presidente - Sandra Cunha
Vice Presidente - Patrícia Vilas Boas
Secretária - Andreia Neves
Tesoureira - Susana Rodrigues
Vogal - Marco Jesus
Assembleia Geral:
Presidente - Anabela Costa
1ª Secretária - Vanessa Mack
2ª Secretária - Sílvia Melo
Conselho Fiscal:
Presidente - Ricardo Fortuna
Vogal - Mónica Cunha
Vogal - Manuel Vilas Boas
Abril 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
17
18

19
20
23
25

26
28
29
30


arquivos
blogs SAPO