2.5.09

 

 

Um dia foi assim...
Podem passar segundos,
horas, dias, semanas, meses, até anos,
mas eu nao vou esquecer
que um dia, àquela hora,
àquele minuto, naquele segundo,
tudo aconteceu... foi um dia
para nunca esquecer...
foi um dia que eu quero esquecer...

Da mamã  Sofia

 

Filha do meu coração

Estiveste comigo 20 semanas, 20 semanas mágicas e curtas, que souberam a muito pouco, mas quis o destino que te arrancassem de mim, mas foste tu que me fizeste Mãe pela 1º vez. Agora tenho aqui as tuas manas - a Vicky e a Sabrina - que ainda está na barriga, mas já sabes que nunca te esqueço. Estás sempre no meu coração e quando elas forem maiores vou-lhes falar de ti, meu anjo adorado .
Um beijo daqui ao céu para ti, minha 1º Victória .

Da mamã Carolina Resende

 

 

 

Para ti meu anjo

Como chamar esta dor
Que sinto dentro do peito,
Que maltrata deixando sabor
De um belo sonho desfeito;


Como dizer o teu nome
Se te sinto, mas não te vejo,
Só sei que tU me consomes
Deixando em mim o desejo...


Desejo de sair por aí
Sair para procurar,
De matar esta vontade que dá
De ter ver e abraçar.


Como chamar-te não sei
Mas a esta grande maldade,
Um nome baptizei
Vou chamá-la SAUDADE!!!

Nunca te esquecerei meu anjo...

Para o meu Tomás
Obrigada filho, por cada sorriso, por cada descoberta, por cada segundo de felicidade que me tens permitido viver. És a minha luz, a minha fonte de energia. Adoro te filho, este será o nosso dia, meu teu e do nosso anjo. Obrigada por me ensinares a ser MÃE.
Amo-vos meus filhos

Da mamã Sandra Cunha

 

Devia ser hoje o dia de conhecer o nosso bébe
Devia ser hoje o dia de ver-mos o nosso sonho tornado realidade
Devia ser hoje o começar de uma vida nova em que só a felicidade seria permitida
Mas hoje choramos, a dor de nos ter sido arrancada essa alegria
Choramos a impotencia de não poder fazer nada
Choramos a perca de algo tão amado,
Tal como lá fora o céu nos faz companhia e chora tambem...
Chora o nosso anjo a nossa estrela perdida
As lagrimas rolam e a chuva cai,
Estou tão triste e devia ser um dia tão feliz, se........
Meu filho, seja em que altura for serás sempre lembrado com muita saudade e toda a dor que sinto por teres partido vai ter sempre um lugar no meu coração

Para ti meu filho, meu anjo,
Amo-te para sempre...
Da mamã Sonia Costa

 

"Meu filho, meu amor

Hoje deverias estar já nos meus braços...
Concebemos-te no dia 19 de Julho de 2008... tenho uma foto minha e do teu pai, muito felizes, no ambiente de trabalho do computador, tirada nesse mesmo dia... na aldeia histórica de Piódão.
A 31 de Julho, vi a risquinha que me confirmava que estava grávida (depois de 8 meses a tentar)... O teu pai, quando soube, espalhou a notícia aos 4 ventos...
Vivi o mês de Agosto muito feliz... já fazia "coisinhas" para ti...
Ainda em Agosto, dia 27, ao fazer uma ecografia, soube que o teu coraçãozinho já batia e que estava tudo bem... Mas algo me soou errado... Eu estava de 7 semanas e 5 dias, e o médico dizia que estava de 6 semanas e 4 dias...
Na semana seguinte, fui fazer nova ecografia, marcada por outra médica (sim, estava a ser acompanhada por 2 médicas, uma no centro de saúde e outra no privado... e ainda ia ter um 3º médico, o obstetra...) dia 5 de Setembro, 10h da manhã... Pela cara da médica, algo não estava bem... não havia batimentos cardíacos... Completava nesse dia as 9 semanas... mas, pela ecografia, continuava a ter apenas 6 semanas e 4 dias...
Tinha consulta marcada no obstetra para o dia 8 de Setembro, 2ª feira... Esperei... o pior fim-de-semana da minha vida...
Fui à consulta... ia ser a 1ª... era ele que ia seguir a minha gravidez... Foi ele que me ajudou... Mandou-me estar no dia 9 no hospital para se provocar a expulsão... Assim fiz... Após 2 doses de comprimidos e muitas dores, saiste de dentro de mim. Estava sozinha... Vi-te... passava pouco das 20h... A enfermeira e os médicos confirmaram que eras tu... ralharam por eu ter olhado para ti...
Mais uma dose de comprimidos, a ver se ficava o útero limpo...
No dia seguinte, dia do meu aniversário, confirmou-se que ainda havia restos... tentaram tirá-los a sangue-frio... Já não bastava a dor que me roía a alma, também tiveram de me massacrar com a dor física... Acabei por ter de ir para o bloco operatório... curetagem...

E foi assim o dia do meu aniversário... o primeiro dia sem ti...
O tempo foi passando... guardo com muito carinho as ecografias... são o único testemunho palpável que eu tenho da tua breve existência... Guardo também as botinhas em crochet que estava a fazer naquela altura... Guardo as meiinhas que ofereci ao teu pai para lhe dar a boa nova: que tu existias em mim!
Depois da tua partida, e para não cair em desespero, fiz da tristeza coragem... pintei o teu quartinho, meu amor... Está tão lindo! Ias adorar! Tem 3 cores... Aquele será sempre também o teu quartinho... é lá que falo contigo e que guardo as minhas recordações de ti...
O teu nascimento estava previsto para dia 10 de Abril de 2009... Hoje deverias estar aqui ao meu lado... hoje deverias ser tu a minha prenda do dia da mãe... Toda a gente pode esquecer que eu sou mãe, porque não vê nenhum filho comigo... mas eu não esqueço... Eu sei que sou mãe, sou a tua mãe... Se choro, é só porque não te vejo a crescer, a sorrir... Mas há coisas que só o coração é capaz de ver... E eu sei, filho, que tu sorris para mim... e, se eu não me "afundei" quando partiste, é porque eu sei que estás comigo...
Agora, filho, a nossa luta continua... estamos a tentar dar-te um irmão. Um irmão para tu, aí de onde te encontras, protegeres... Porque és o irmão mais velho, não é? Ajuda-me a festejar o dia da mãe de 2010 com os meus dois filhos: tu (no céu) e o teu irmão (nos meus braços)... ajuda para que a vinda dele seja para breve...
E deves ter curiosidade em saber qual iria ser o teu nome... eu digo: Vicente ou Rita... gostas?
Um beijo grande, meu filho, e até logo"

 

 

Por muitos anos que passem, nunca vamos esquecer
que durante uns dias vos vimos mexer.
A nossa alegria passou a correr
Quando nos disseram a tremer
"Os vossos bebés nao vão sobreviver"

Quero lembrar com AMOR
A alegria dos poucos momentos
Que se transformaram em dor
E acreditem Não há dor maior
Que ver partir os nossos rebentos
Da tia Paula

Nunca vamos esquecer
Quem nos deu tanta alegria
Embora por pouco tempo
E que partiram um dia

Netos do meu coraçao
Nunca os vou esquecer
Estarão sempre comigo
Toda a vida até morrer

Foram sangue do meu sangue
Segui-os até ao fim
Por muito tempo que eu viva
Serão lembrados por mim

Minha filha surpreendes-me
A cada dia que passa
Mas vamos ultrapassar
Esta tão grande desgraça

Sempre fomos muitos unidas
Assim continuaremos
Pró melhor e pró pior
Sempre juntas venceremos

Da Avó

link do postPor projectoartemis, às 21:58  comentar

De PauLLa a 3 de Maio de 2009 às 20:51
Obrigada manu
Pelo meu poema e da minha mamy
tia e avo

obrigada
bj gd

 
Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Perda Gestacional. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: projectoartemis@sapo.pt

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Direcção APA
projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis

Orgão Sociais
Direcção:
Presidente - Sandra Cunha
Vice Presidente - Patrícia Vilas Boas
Secretária - Andreia Neves
Tesoureira - Susana Rodrigues
Vogal - Marco Jesus
Assembleia Geral:
Presidente - Anabela Costa
1ª Secretária - Vanessa Mack
2ª Secretária - Sílvia Melo
Conselho Fiscal:
Presidente - Ricardo Fortuna
Vogal - Mónica Cunha
Vogal - Manuel Vilas Boas
Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

18
19
22
23

24
26
27
28
29
30



arquivos
blogs SAPO