2.1.17

"Serei Capaz ???

 

Serei eu capaz de lidar com tamanha dor?

Serei eu capaz de perceber o porquê da sua existência?

Serei eu capaz de perdoar algum dia, a destruição da minha vida á dita DRA?

Enfim…

Serei eu capaz de continuar a vida, sem sentir que ela acabou naquele dia ?

Serei eu capaz de continuar a aguentar em parte, a ignorância de certas pessoas, quando me dizem e perguntam o porquê de ainda não ter ultrapassado a tua perda ?

  • Mas será possível algum dia isso acontecer ??? Será que não entendem que perder um filho é para a vida e não algo que se esqueça com o passar do tempo !!!

IGNORÂNCIA (a palavra que mais vezes define todos aqueles que opinam sobre a minha perda, sem perceberem que na sua maioria das vezes, as palavras que utilizam não são as melhores… tais como:

  1. ÉS NOVA!
  2. VAIS TER OUTROS!
  3. ENTÃO QUANDO VOLTAS A TENTAR ENGRAVIDAR?
  4. JÁ PASSOU X MESES E AINDA NÃO ULTRAPASSASTE A PERDA?
  5. NÃO SEI COMO FALAS DELA, COMO SE AINDA EXISTISSE

São as 5 frases que mais tenho ouvido ao longo destes meses…

 

Serei eu capaz de continuar a ser “ bem educada” para quem não percebe que “ UM FILHO É PARA TODA A VIDA”, INDEPENDENTEMENTE DO SÍTIO ONDE ESTIVER !!!

Serei eu capaz de mostrar aos outros que o LUTO É MEU  e que SÓ EU  saberei a melhor forma do vivenciar???

Talvez … sabem porquê ???

Porque SÓ EU sei o que SINTO, o que SOFRO todos os dias, o que PENSO e acima de tudo o que PASSEI naquele dia.

Aquele dia em que tudo acabou para mim e para o meu namorado.

SIM, porque existe um NAMORADO, um HOMEM, um AMIGO, e sobretudo um PAI que também sofre com tudo isto.

Um PAI que unicamente conheceu a filha, o melhor dele ali… ALI - sabem onde ??? 

NO CAIXÃO

Mas deveria ser assim… não é suposto um PAI conhecer a filha na maternidade, acabada de nascer, ouvir o seu choro, o seu cheiro, pegá-la ao colo e chorar mas de alegria ???

Muitos não sabem, porque “ não são capazes” de perceber que tudo isto aconteceu assim, da maneira mais cruel possível da vida.

Ele, o meu amor, caiu naquele momento e tem caído até hoje, porque o tempo passa, mas a DOR , a AUSÊNCIA , a PERDA continua mais presente do que nunca.

Seremos ambos capazes de mostrar ao MUNDO, que somos PAIS mesmo não a tendo aqui fisicamente connosco ???

Ou perdemos o rótulo de pais, porque não passámos noites mal dormidas, não trocámos fraldas sujas, não damos a papinha ás horas marcadas?

Será que para a sociedade, PAIS são somente aqueles que fazem tudo isto ?

E NÓS ???

Deixámos de ser a partir daquele momento ??? O pior momento das nossas vidas.

NÃO !!! NUNCA !!! JAMAIS !!!

Porque apesar de não termos tudo isto, todos os dias, eu passei por um trabalho de parto, igual a tantas outras mães, embora com o resultado final muito diferente, mas mesmo assim a nossa ESTRELINHA BEATRIZ está sempre presente nas nossas conversas, na nossa apresentação como família, sempre que sentimos necessidade de o fazer,  recebe a nossa visita na sua nova morada, em todos os momentos importantes  ela está sempre presente, de várias formas… numa foto, numa vela, numa estrela, numa borboleta ou até mesmo num simples olhar.

Porque continuamos a ser PAIS e isso nunca vai mudar.

E mediante isto, chega a nossa vez de vos perguntar: ” Serão vocês capazes de perceber que nós somos PAIS e temos uma FILHA ???

Pensem nisso

 

JAMAIS DEIXARÁS DE EXISTIR NO CORAÇÃO DE QUEM TE AMA FILHA

10378276_755331711173951_947963484161300209_n.jpg

 Patrícia Marques"

 

link do postPor projectoartemis, às 14:43  comentar

 
Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.
Envie a sua questão
Este consultório online é um espaço onde pode colocar as suas dúvidas no âmbito da Perda Gestacional. Este Consultório tem um carácter informativo e o acompanhamento médico especializado por parte dos leitores não deve ser descuidado.

E-mail: projectoartemis@sapo.pt

Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Direcção APA
projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis

Orgão Sociais
Direcção:
Presidente - Sandra Cunha
Vice Presidente - Patrícia Vilas Boas
Secretária - Andreia Neves
Tesoureira - Susana Rodrigues
Vogal - Marco Jesus
Assembleia Geral:
Presidente - Anabela Costa
1ª Secretária - Vanessa Mack
2ª Secretária - Sílvia Melo
Conselho Fiscal:
Presidente - Ricardo Fortuna
Vogal - Mónica Cunha
Vogal - Manuel Vilas Boas
Janeiro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
19
20
21

22
23
24
25
27
28

29
30
31


arquivos
blogs SAPO