Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Gravidez anembrionária

Sábado, 15.08.09
 
 
 
Passei por esta gravidez sem embrião.
Por ser um erro genético pergunto:existe algum exame que eu e meu marido possamos fazer para sabermos se somos compatíveis geneticamente?
Eu já tenho um filho de 5 anos do primeiro casamento, ele tem 43 anos  e nunca foi pai.
Eu enho 39 anos.
O medo de que aconteça de novo, ou que a próxima gravidez possa gerar um feto com problemas genéticos é valido?
 
Obrigada
ana luiza

 

 

 

Cara Ana,

Existe um exame que avalia a compatibiliade do casal, através de uma recolha sanguínea - O chamado Cariótipo Genético. É um exame algo dispendioso, o que seria importante ser realizado pela consulta do médico hospitalar. No entanto, só após 3 perdas consecutivas é que o protocolo hospitalar lhe poderá, eventualmente, prescrever esse exame. Se decidir realizá-lo de forma particular, tenha presente que não é um exame comparticipado pelo sistema nacional de saúde.

Num primeiro abortamento espontâneo, na maioria dos casos, a razão é um acidente genético isolado, que não se repetirá. O resultado do exame poderá confirmar isto.

Muita força.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Associação Projecto Artémis® às 11:27


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.






Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.


Direcção A-PA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:937413626
E-mail: associacaoprojectoartemis@gmail.com
Site: www.facebook.com/associacaoartemis