Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Perigo de engravidar após aborto

Quinta-feira, 22.10.09

 

Ola boa tarde!
 
Estou com uma duvida muito grande, fiz um aborto há 8 dias e já tive relações sexuais sem proteção, existe o perigo de engravidar???
Agradecia que me ajudasem nesta duvida.
 
obrigada

 

 

Estimada leitora,

Sem um conhecimento médico fundamentado, porque não sou médica, posso, no entanto, informá-la que após um aborto o endometrio tende a ficar mais fino e a nidação do óvulo no útero (caso haja fecundação) é mais difícil, por isso existe um período dito aconselhável para que evitemos uma nova gestação logo após um aborto.

O nosso corpo necessita de recuperar, nomeadamente o endométrio, pois com ele demasiado fino, a probabilidade de uma nidação do óvulo com sucesso é menos provável e poderemos estar, consequentemente, a arriscar um novo aborto.
Com o tempo de 8 semanas após aborto,o seu endométrio não estará ainda recuperado o suficiente para que recebesse em condições favoráveis um novo óvulo, contudo o organismo de cada mulher apresenta características muito próprias e cada caso é um caso.

Espero ter ajudado
 

Manuela Pontes

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Associação Projecto Artémis® às 23:30


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.

Direcção A-PA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: associacaoprojectoartemis@gmail.com
Site: www.facebook.com/associacaoartemis