Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Que fazer?

Quarta-feira, 30.12.09

 

Doutora... perdi 2 filhos  ,os dois de oito meses de gestacao. O primeiro com 21 anos ,o segundo com 25 anos.

Entrei em depressão, fiz tratamento, mas não deu muito certo ,agora quero  engravidar de novo ,mas o meu médico disse que não é possível pois pode ser uma gravidez de alto risco ,que  fazer?

Tenho muita vontade de ter um filho,  sou casada há 14 anos , me ajude por favor!!!!!!!!

 

Adriana

 

 

Cara Adriana

Muitas vezes os nossos desejos não são acompanhados físicamente da forma mais fácil. O
desejo de ser mãe é natural, mas nem sempre a via para tal é facilitada pela Natureza. É
importante dar ouvidos ao seu médico, uma gravidez de alto risco acarreta muitas vezes
consequências menos positivas, tais como a perda durante a gravidez. Após 2 perdas é
importante que essa decisão, optar por tentar mais uma vez, seja efectuada de forma
tranquila, racional e menos emotiva. Reflicta com o marido, é uma decisão a dois.
Até lá, procure ajuda caso não se sinta recompasta emocionalmente, procure encontrar o
seu equilibrio interior, e só depois de estar bem emocionalmente reflicta sobre a sua
decisão.
 

Drª Sandra Cunha

Psicóloga e coordenadora do dep. de psicologia da Artémis

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por projectoartemis às 23:05





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Dezembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.

Direcção APA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis