Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Escolher o médico.

Quinta-feira, 11.06.09

Bom dia,
 
Descobri o vosso email através do fórum da pinkblue e resolvi colocar-vos a pergunta. Talvez me possam ajudar :)
Tive dois abortos em menos de um ano, ambos às 8 semanas. Desta vez mandaram o feto para análise, mas disseram-me logo para não ter grandes esperanças, porque normalmente não dá em nada.
Sei que os exames relacionados com abortos recorrentes só se fazem após o terceiro aborto, o que acho ridículo termos de passar três vezes pelo mesmo para saber se há algum problema ou não. Acho que só por não saberem o que têm, as mulheres que passam por uma terceira gravidez depois de dois abortos já vão com medos que podem provocar outro aborto! O stress influencia muito o nosso corpo, não?!
A dúvida que tenho é que existem dois especialistas em Leiria - um de infertilidade e outro de abortos - e não sei qual escolher. A minha médica não é má, mas podia ser melhor e qualquer um dos dois obstetras especialistas são bons, mas não sei qual dos dois se adaptará mais à situação. Eu consigo engravidar, por isso será que o especialista em abortos não será melhor?!
Peço desculpa por vos incomodar com isto, sei que devem receber imensos emails de dúvidas e eu tenho tantas agora, mas queria começar pelo início, que é escolher o médico certo.
Obrigada pela vossa atenção e espero que me possam ajudar.
 
Liliana Santos
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Associação Projecto Artémis® às 14:16






Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.


Direcção A-PA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:937413626
E-mail: associacaoprojectoartemis@gmail.com
Site: www.facebook.com/associacaoartemis