Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



H1N1 e morte fetal

Sábado, 21.11.09

 

Os últimos acontecimentos relacionados à vacina H1N1 (gripe A) e a as mortes fetais ocorridas, têm provocado em mim vários sentimentos contraditórios, mas sobretudo uma enorme consternação por perceber que o papel da comunicação social não é, de todo, o mais esclarecedor, provocando, inclusive, o pânico e o alarmismo ao redor de um assunto que existe há muitos anos: morte fetal.

Todos os dias morrem bebés, todos os dias se verificam em Portugal mortes fetais e que me desculpem, mais uma vez os mídia, mas são muitas mais que 1 por dia.
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Associação Projecto Artémis® às 15:57






Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.


Direcção A-PA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:937413626
E-mail: associacaoprojectoartemis@gmail.com
Site: www.facebook.com/associacaoartemis