Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

Terça-feira, 28.09.10

 

 

Por vezes a gravidez não corre bem e surge um aborto espontâneo. A impossibilidade de conhecer um bebé que se amou muito pode ser um evento extremamente complicado para a mãe, pai e a família. Quando ocorre a perda de um bebé, surge um período de dor e sofrimento que a mulher tentará ultrapassar. A perda de um filho é um processo de traumático ligado á perda de um objecto de amor.

Enfrentar e ultrapassar um aborto é uma tarefa que coloca em causa o equilíbrio psicossomático da mulher. A maioria das mulheres que sofre de aborto espontâneo consegue ultrapassar a perda, sem sofrer de perturbações psicológicas associadas. Mas o aborto pode ser bastante traumatizante, gerando perturbações psicológicas como a depressão e a ansiedade.

 

 

Temas:

 

1. Associação Artémis: a instituição nas perdas gestacionais

 

2. Como lidar com a perda e as suas sequelas psicológicas

 

3. O processo de luto na perda gestacional

 

4. Os técnicos de saúde e as instituições na perda gestacional

 

5. Como enfrentar e vivenciar uma nova gravidez

 

 

Dia 09 de Outubro de 2010

 

Local: Entre Turmas—Formação Profissional Lda

           Rua do Amial, 682 Porto

 

Horário : 15h às 18h

 

Inscrições: projecto.artemis@iol.pt ou no local do Workshop

 

Valor: 25€ (reverte a favor da instituição)

 

Palestrantes:

Dr.ª Manuela Pontes—Presidente da Associação Artémis

Dr.ª Sandra Cunha: Psicóloga Associação Artémis

 

Em parceria com a Associação Projecto Artémis

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por projectoartemis às 14:30


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2010

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.

Direcção APA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis