Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Escolher o médico.

Quinta-feira, 11.06.09

Bom dia,
 
Descobri o vosso email através do fórum da pinkblue e resolvi colocar-vos a pergunta. Talvez me possam ajudar :)
Tive dois abortos em menos de um ano, ambos às 8 semanas. Desta vez mandaram o feto para análise, mas disseram-me logo para não ter grandes esperanças, porque normalmente não dá em nada.
Sei que os exames relacionados com abortos recorrentes só se fazem após o terceiro aborto, o que acho ridículo termos de passar três vezes pelo mesmo para saber se há algum problema ou não. Acho que só por não saberem o que têm, as mulheres que passam por uma terceira gravidez depois de dois abortos já vão com medos que podem provocar outro aborto! O stress influencia muito o nosso corpo, não?!
A dúvida que tenho é que existem dois especialistas em Leiria - um de infertilidade e outro de abortos - e não sei qual escolher. A minha médica não é má, mas podia ser melhor e qualquer um dos dois obstetras especialistas são bons, mas não sei qual dos dois se adaptará mais à situação. Eu consigo engravidar, por isso será que o especialista em abortos não será melhor?!
Peço desculpa por vos incomodar com isto, sei que devem receber imensos emails de dúvidas e eu tenho tantas agora, mas queria começar pelo início, que é escolher o médico certo.
Obrigada pela vossa atenção e espero que me possam ajudar.
 
Liliana Santos
 
Cara Liliana,
Embora do ponto de vista académico a pesquisa mais detalhada para os abortos repetidos deva ser feita depois de três perdas/abortos, na opinião da associação Projecto Artémis não o é. Os abortamentos de repetição representam um trauma na vida do casal e podem colocar em causa a integridade emocional da própria mulher. Esta pesquisa deveria ser o primeiro passo a ser dado, assim que a primeira perda acontecesse. Por isso, a escolha do médico ser um factor muito importante, já que a segurança e a serenidade que necessitamos neste período parte, a maior parte das vezes, do profissional que nos segue.
Pessoalmente, procuraria o especialista em abortamentos de repetição, já que se existir um problema de infertilidade (ou a desconfiança que possa existir), o próprio médico aconselha-la-á a recorrer a uma consulta de especialidade na Infertilidade.
Escondido por detrás de abortos de repetição podem estar causas cromossómicas e genéticas, que o próprio médico especialista em abortamentos saberá orientar.
Alguns exames importantes para diagnóstico são:
 
Avaliação da mulher
Cariótipo-exame de sangue (avaliação de anomalias cromossómicas estruturais, translocações e mosaicismo)

Avaliação uterina:
Ecografia vaginal;
Histerossonografia ou histerossalpingografia;
Videhisteroscopia

Investigar doenças auto-imunes, trombofilias e avaliação imunológica

Anticorpos antifosfolípides (Anticardiolipina e Anticoagulante lúpico) 
● Anticorpo antifosfatidil - serina (IgG, IgM e IgA) 
● Anticorpos antitireoideanos 
● Anticorpos antinucleares 
● Anticorpos anti-DNA
● Pesquisa de células LE
● Anti-Ro e Anti-La
● IgA 
● Células NK (Natural Killer) 
● Anticorpo antiespermatozóide
● Fator V de Leiden -Mutação G1691A
● Antitrombina III
● MTHFR-Mutação 677T e A1298T
● Protrombina mutação G20210A
● Hemocisteína
● Proteína S
● Proteína C

Dosagens hormonais
FSH
LH
Prolactina
Hormonas tireoidianas

Avaliação de doenças infecciosas
Conteúdo vaginal:
Mycoplasma hominis
Ureaplasma urealiticum
Chamydia trachomatis
Listeria monocytogenes
Streptococus Beta hemolítico

Sangue:
Sorologia para Toxoplasmose
Sorologia para Citomegalovírus
Sorologia para Listeriose
Sorologia para Brucelose

Investigar endometriose
CA 125
Avaliação ecográfica
História clínica

Investigar ovários policísticos
História clínica
Ecografia
Dosagens hormonais
 
O médico encaminha-la-á para os que achar mais apropriados.
Um abraço

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Associação Projecto Artémis® às 14:16


8 comentários

De Sofia.Cristina a 16.02.2011 às 11:34

Bom dia, Infelizmente também passei pela situação da Liliana e gostaria de pedir se me podia dizer o nome do especialista de abortos em Leiria, e onde está a dar consulta, uma vez que sou da zona.
Só acho lamentável a pessoas ter que passar por esta situação repetitiva para então darem alguma importância ao n/ caso e/ou nos encaminharem para outra especialidade....

De Givaneide a 29.09.2013 às 23:32

Tive dois aborto e minha medica desconfia de tranbose nas tronpas isso existe

De Associação Projecto Artémis® a 25.10.2013 às 12:58

Boa tarde pode sim ocorrer. :) deverá falar com a sua médica e colocar lhe todas as suas duvidas sobre o que ocorreu.

De FRANCINNI B. PIRES a 03.07.2015 às 13:37

Bom dia!

Passei por três abortos, os dois primeiros de 8 semanas e o último de 16 semanas, era uma menina.
Acho uma estupidez termos que passar por três abortos para então procurar saber a causa, é muito sofrimento, tanto físico quanto emocional.
Estou com 35 anos, não tenho mais tempo para passar por isso, preciso descobrir a causa e fazer o tratamento pra ontem.
Já procurei em tudo, inclusive na internet, mas não achei um especialista em abortos recorrentes em Florianópolis - SC.
Se puder me ajudar, agradeço.

De Mayara a 30.06.2018 às 23:42

Oi você conseguiu algum especialista em aborto ? Pois também tive três abortos e não achei nenhum especialista

De Elisângela de Lima a 13.08.2015 às 23:56

Eu passei pelo mesmo problema da Liliana. 2 abortos retidos. Na 8 semana sem batimentos cardíacos. Vcs podem me indicar o nome de especialistas em aborto?

Desde já muito obrigada

Elisangela

De Associação Projecto Artémis® a 07.09.2015 às 11:28

Bom dia. é de Portugal? de que zona do país é?

De Anónimo a 31.03.2017 às 16:40

Bom Dia!

Também passei por uma experiência traumática e estou reaprendendo a viver. Tem 6 meses que perdi meu bebê, estávamos de 7 meses.
Gostaria de saber se em Curitiba há algum especialista que possa consultar, pois não me senti a vontade em voltar na médica que me acompanhou no pré natal.
Gostaria de passar por uma avaliação bem completa, fazer exames.
Agradeço pela atenção!
Rosimara

De Fernanda a 13.08.2018 às 19:30

Sinto muito por todas vocês.

Eu também passei por dois abortos, em um deles quase morri, tive hemorragia interna, perdi uma trompa, e não gostaria de esperar pelo terceiro aborto para saber o que fazer. No meu caso já investiguei tudo, fiz todos os exames que me pediram, me viraram do avesso, descobri que tenho o útero mal formado. Meu médico é muito bom, mas não está me deixando a vontade de decidir para uma próxima gravidez, diz que é muito arriscado. Gostaria de saber da opinião de outro médico.

Alguém poderia me indicar alguém que atenda pela UNIMED, me Curitiba e Região? Obrigada.

Comentar post






Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.


Direcção A-PA

projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:937413626
E-mail: associacaoprojectoartemis@gmail.com
Site: www.facebook.com/associacaoartemis