11.12.17

11082014306-002[1].jpg

"O meu nome é Lisa... tenho 38 anos... o Gustavo seria o meu 3º Filho.... e foi... Só não foi da forma prevista...

Não foi uma gravidez planeada,(usava DIU) contudo foi uma excelente notícia... IA SER MÃE DE NOVO!!!

Estava feliz... o meu marido estava feliz... Os manos estavam expectantes.... Perfeito a vinda do meu/nosso Gustavo....

Até ao dia em que tudo mudou... e iria mudar tudo para sempre....

Ao rastreio das 12 semanas, veio uma alteração no resultado para "uma possível trissomia".... Ecografias, amniocentese, mais analises... Afinal tudo ok!! Excelente ... Primeira barreira ultrapassada... afinal o meu bebé estava perfeito ....

Apartir das 20 semanas... começar a preparar o enxoval do meu anjo... Que delícia mesmo...

22 semanas..... Eco Morfológica... acompanhada da sogra e do meu canito (ansioso por ver o mano na barriga da mãe)... entro no consultório ás 14.30... saio ás 16.40 .... surgiram dúvidas... a Drª pediu-me que saísse e fosse comer algo doce e depois voltasse... desta feita sozinha... Lembro-me de olhar para a minha sogra... fez-se silêncio... senti um aperto... algo não estaria bem....

17h ... volto a entrar... sozinha.... eu e o meu medo.... o que teria o meu Gustavo???!!!! o meu filho???!!!

Para meu espanto, a Drª  chama a minha Obstetra que se encontrava de serviço... ( Drª Sonia Siopa a quem tanto devo e agradeço... fez tudo o que pode ....)

Começam a sussurrar... a minha médica aperta-me a mão... eu só chorava... em desespero pois já tinha percebido que o que quer fosse que se passasse era grave.... Perguntei : " Drª por favor diga-me o que tem o meu filho.....?? "

Lisa... ouço numa voz trémula, o meu nome.... " o bebé não tem a mãozinha direita... e tem um derrame à volta do coração.... Vou encaminhá-la de imediato para Coimbra... Maternidade Bissaya Barreto.... " o meu mundo ruiu... fiquei sem ar... sem chão... sem nada... Recordo-me que só conseguia pensar em fugir dali depressa... Eu não podia estar a ouvir aquilo... era tudo um equívoco.... o meu filho não tinha nada... não pode ser....

Quando saí a minha sogra percebeu que algo grave se passava.... eu só chorava.... tremia.... enfim.... não estava em mim....

Fui para Coimbra passados 5 dias....

Entretanto já com quase 24 semanas.... o meu filho mexia tanto... reagia tanto à mãe... ao pai....

Eu só pensava não pode ser... a Drª enganou-se....

Em Coimbra, no DPN (Diagnóstico Pré Natal), fui recebida por médicos excepcionais... e por uma Enfª em particular que trago sempre... para sempre no meu coração... Foi o meu anjo neste processo todo tão doloroso... Enfª Cristina.... A minha eterna gratidão....

Exames mais exames... Confirma-se que algo não estaria bem com o meu Gustavo....

Mas o quê???!!!

E aqui é que começa o pior dos pesadelos.... Ouvir falar na IMG....   Baseada em probabilidades... O tempo escasseia... Não há tempo para esperar muito mais... por mais resultados... mais exames....

A única certeza que havia era que de facto não tinha a mãozinha.... nada mais.... tudo o resto foram suposições... Fortes probabilidades... ok... reconheço... mas... contudo... probabilidades não são certezas...

E para mim a única certeza que tinha é que.... grávida de 26 semanas eu não queria ficar sem o meu filho... eu não queria ter que estar a passar tudo aquilo.

Entre dúvidas e pressões.... No dia 12/4/2017... às 17h .... Nasce o meu Gustavo.... Perdi o meu filho.....

Parto induzido.... de uma violência emocional sem igual.... Mas ressalvo... tive... e tenho... UM SUPER MARIDÃO!!!

Sempre comigo.... Sempre ao meu lado.... Assistiu a tudo....   sempre...

A ele a minha eterna gratidão... o meu eterno amor.....

Tratei de tudo com ele... A roupinha... O funeral.... tudo tudo....

Dia 14/4/2017... por volta do 12h... à porta do Cemitério.... vejo chegar o meu menino.... naquela caixinha branca... Meu Filho...

Que dor imensa... Anti Natura... completamente....

Volvidos quase 7 meses..... Tudo mudou... A dor acompanha-me ... Não consigo fazer o meu luto... Estou a destruir a minha relação... com o meu marido... com os filhos que tenho... mas acima de tudo comigo....

Culpo-me porque assinei aqueles papéis... culpo-me por ter aberto mão do meu filho... não ter lutado mais... DESISTI!!!!

Todos os dias.... A ti meu amor.... A MÃE PEDE PERDÃO!!!

Amo te com toda a minha força... mas não te amei o suficiente para não te perder....

Perdoa-me meu filho....

 

Mãe Lisa"

link do postPor projectoartemis, às 11:07  comentar

 
Espaço de partilha com objectivo de diminuir a falta de informação técnica e emocional a mulheres que vivenciam o luto da perda de um bebé ao longo da gravidez, bem como quebrar o Pacto de Silêncio resultante de todo esse processo de luto na Perda Gestacional.
Direcção APA
projectoartemis Sandra Cunha, Psicóloga desde 2005 da Associação Projecto Artémis, tem vindo a desenvolver o seu trabalho desde essa data na área da Perda Gestacional. Em paralelo, acompanhou Manuela Pontes na Direcção da Artémis como Vice Presidente. Desde Junho de 2011 está como Presidente da Associação Projecto Artémis, procurando quebrar o silêncio, alienado o seu conhecimento técnico com o da realidade da perda de um filho. Perdeu um bebé em 2007, após 2 anos de trabalho como psicóloga da Artémis, o que lhe permitiu reunir à técnica o conhecimento árdua de ter vivido na pele a perda de um filho.

Contacto:
Telefone:938633707
E-mail: projectoartemis@sapo.pt
Site: www.facebook.com/associacaoartemis

Orgão Sociais
Direcção:
Presidente - Sandra Cunha
Vice Presidente - Patrícia Vilas Boas
Secretária - Andreia Neves
Tesoureira - Susana Rodrigues
Vogal - Marco Jesus
Assembleia Geral:
Presidente - Anabela Costa
1ª Secretária - Vanessa Mack
2ª Secretária - Sílvia Melo
Conselho Fiscal:
Presidente - Ricardo Fortuna
Vogal - Mónica Cunha
Vogal - Manuel Vilas Boas
Dezembro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
21
22
23

24
25
26
28
29
30

31


arquivos
blogs SAPO